sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Palavras ao vento...

Palavras ao vento
Palavras pintadas em mágoas, desenhada a negro
Nas páginas adormecidas deste livro.

Elas trazem segredos, dores e saudades!
Memórias, esperanças, ansiedades.
São palavras naufragadas no meu ser,
Nesta angústia traçada no abismo de amanhã.

Por isso, deixai cair as lágrimas ao lerem-me!
Entrelaçai vossos olhos cegos naquilo que sou,
Nas linhas severas e ciciantes que vos trago.

E riam!Riam daquilo que vos faz chorar!
Devorem as letras em gargalhadas estridentes de névoas,

E sintam a dobrar a dor que senti ao escrevê-las!

1 comentários:

Dario disse...

adorei!

Enviar um comentário

Digam Horrores, não nos poupem ao Drama que é a vossa Trágica opinião!