quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Começa num simples acaso... duma amizade que se constrói, surge um beijo... um simples beijo, que transmite um desejo retraído... duas almas perplexas com o sucedido, entre ambos... mas, gostaram e por isso dão seguimento ao beijo... e vem outro, e depois outro, ... dois amigos, agora mais que isso, começam a cruzar as suas vidas... saem, conversam, divertem-se, fazem amor... e assim continua longo tempo, nem sabem dizer quanto... porem ela apaixona-se... e ele apenas mantém a amizade em chamas... ela quer mais... ele ignora-a... mas mesmo assim, usa-a, para matar aquela chama que cresce dentro de si, de vez enquando... e não sabe como parar... não quer... ela começa a descontrolar-se... apela por mais, desesperada, porque não sabe como matar tanto amor... surge a pressão... ela quer mais... ele não cede, mas continua a dar o suficiente, apenas para se auto-satisfazer... surge um ser possessivo e desamparado sugado pelo seu ciúme... e surge um outro ser egoísta, egocêntrico e cobarde! Dá-se o colmatar da situação, ambos exaustos, finalmente se separam, espera-se que ambos cresçam, e aprendam...
Um destes seres aprendeu a viver novamente, aprendeu que, a vida, não é apenas uma só pessoa, mas sim varias, e apenas aquelas que nos querem bem... quanto ao outro ser, não se sabe... à partida sempre viveu bem porque, apenas se importa consigo próprio, é um coração de pedra!!!
Um dia ambos se encontram e, iniciam uma nova relação... relação essa que se espera que seja saudável devido ao tempo que passou e devido ao que cada um aprendeu... no entanto, a desilusão volta a surgir... sem piedade... a antiga criança já mulher, volta a deparar-se com esse amargo gosto... ele não tinha mudado... ela aguenta essa desilusão com outra forma de compreender... e ela deixa que passe... o sexo???!!! tem agora essa mesma definição... apenas bom sexo... a cumplicidade e conversas conquistadas antigamente... são meras trocas de palavras jogadas para a atmosfera... ele continua o mesmo egocêntrico e egoísta!! Mas ela??!!!Ela já não é a mesma apaixonada de antes....



Este texto foi escrito pela minha querida amiga Maryline Christelle
...

1 comentários:

Ana disse...

saudades de quando escrevia estas coisas .. assim ..

Enviar um comentário

Digam Horrores, não nos poupem ao Drama que é a vossa Trágica opinião!